Segunda-Feira, 20 de Outubro de 2014
dummy

Agradecimentos ao povo do Paraná

Minha Gratidão ao povo do Paraná e das redes sociais de todo Brasil Muito obrigada pelo apoio. Não foi dessa vez , mas estaremos juntos novamente . A luta continua Querido Povo do Paraná + Detalhes
Quinta-Feira, 31 de Julho de 2014
dummy

Prostituição não é profissão

Entendemos que para acabar com a Violência, tráfico de mulheres, por exemplo, precisamos educar a criança e a juventude dando oportunidade, dando educação, valorizando as mulheres como pessoa humana, para que tenham repertório de escolha , auto estima e não o conformismo sendo induzidas a entrar nessa vida que pode coloca-la em risco. As leis contra os exploradores deve ser severa. Ao contrário da abordagem deste projeto, a legalização vai favorecer os exploradores que terão proteção da lei, queremos punição, leis mais severa aos “cafetões” pois são os únicos realmente a lucrar com a legalização. Considerando que , o maior beneficiado com a legalização da prostituição será o CAFETÃO e a CAFETINA que lucram com a exploração sexual da mulher. + Detalhes
Quinta-Feira, 31 de Julho de 2014
dummy

Somos a favor da vida e contra qualquer forma de legalização do aborto

Uma porcentagem considerável de mulheres que abortaram desenvolve o transtorno de estresse pós-traumático, cujos sintomas são “lembranças desagradáveis, recorrentes e intrusivas do aborto voluntário, que se manifestam em imagens, pensamentos ou percepções, sonhos desagradáveis e recorrentes do sucesso, sensação de reviver a experiência do aborto através de ilusões, alucinações e episódios dissociativos nos quais através do ‘flashback’, ressurge a lembrança, mal-estar psicológico intenso à exposição de fatores desencadeantes internos ou externos que simbolizam ou se assemelham a algum aspecto do evento traumático, como o contato com recém-nascidos, mulheres grávidas, voltar ao lugar onde se praticou o aborto voluntário ou submeter-se a um exame ginecológico, evita persistentemente todo estímulo que possa associar-se com o aborto”, enumeram os especialistas do referido estudo. acreditamos que o aborto é uma violência contra mulher , a ela é dada apenas uma opção e precisamos discutir esse ponto. + Detalhes